GEGRAF-Grêmio Esportivo Grafite


GEGRAF-Grêmio Esportivo Grafite - Todos os direitos reservados

Postado por Administrador | Em 13/10/2011 22:14 | IMPRIMIR Voltar

História do Gegraf

por Lindolfo Pena Pereira


Antigamente não era como hoje, em Itapecerica, no que se refere à existência de locais onde as pessoas pudessem, após o trabalho, gozar alguns momentos de espairecimento, descansando da luta diária, principalmente pela prática de alguma atividade física ou em bate-papos informais, trocando ideias ou contando, descompromissadamente, o desenrolar da vida, seus fatos e acontecimentos.

Na Grafite essa situação era bem mais acentuada, porquanto, retirada da cidade, abrigava, em sua área residencial, muito mais gente do que é hoje e, não havendo a facilidade das pessoas se transportarem, hoje existente, permaneciam elas isoladas e solitárias, em suas casas, onde até mesmo a televisão, por não apresentar as variedades de agora, não favorecia muito, agravando a sensação de isolamento.
Passou, então, a circular, entre os empregados, da empresa, inclusive as gerências, acabando por tomar vulto, a ideia da criação de um clube na empresa que proporcionasse oportunidade de todos se encontrarem, após o trabalho, para o lazer da boa convivência, podendo divertir-se e praticar esportes.

Firmada a ideia, delineou-se a formação de um clube esportivo. A vontade era tanta que até o nome, cuja criação traz sempre grandes discussões, surgiu espontaneamente, pronto e acabado: Grêmio Esportivo Grafite, brotando, com a mesma espontaneidade, a sigla, que passou a designá-lo: GEGRAF.

Levada a ideia à direção da empresa, foi aprovada com rapidez.
Os idealizadores, sem mesmo o clube estar juridicamente formalizado, resolveram criar uma diretoria e, reunidos na sala do Diretor Industrial da empresa, em 26 de junho de 1986, elegendo aquela diretoria, que passaria a cuidar, da formalização do clube e da construção de suas dependências. Essa diretoria, eleita, então, pelos empregados, era composta dos também seguintes empregados, ocupando os cargos designados: Presidente – Carlos Rogélio Avelar Costa, do Centro de Pesquisa; Vice-Presidente – Emiliano Ferreira de Resende, do Departamento de Mineração; Diretor de Esportes – Mauro Cesar Toledo, do Departamento do Pessoal; Tesoureiro – Wander Antônio de Azevedo, do Departamento Contábil; Secretário – Newton Geraldo Rosa, do Centro de Pesquisas; Diretor Social – Feliciano Campos Madeira, do Departamento de Suprimentos.

Nessa reunião, ficou formalizada decisão já anunciada pela empresa de que esta construiria a estrutura física do clube, em terras suas, na Água Limpa, cedendo-a em comodato à instituição a ser criada juridicamente, assim como complementando, mensalmente, para sua manutenção, mediante injeção de recursos nos cofres desta, acrescentando à soma destes o valor de dois terços do que fosse arrecadado dos sócios, a título de mensalidade, conforme ficar fixado em assembleia.

Em nova reunião, realizada em 17 de fevereiro de 1987, foi comunicada a decisão da Grafite de que o clube seria construído nas terras desta, situada na margem esquerda do lago que abastece a EMBRA. Diante disso ficou sugerido que se contratasse o Engenheiro Telmo Rios Lamounier para ser o responsável pela obra ficando o projeto da mesma a cargo do empregado da empresa, Gester Hamilton Guimarães. Na reunião seguinte, de 07 de março do mesmo ano, consignou-se não só o breve inicio dos trabalhos de terraplenagem da área de construção do clube, como também, que a Assessoria Jurídica da Grafite já havia confeccionado o Estatuto de constituição do Grêmio Esportivo Grafite que, assim, se achava pronto para ser submetido à Assembleia que se convocaria para a respectiva aprovação com o que o clube seria criado.

Devidamente convocada, nos termos da lei, foi realizada em 14 de agosto daquele ano de 1987, a Assembleia Geral de constituição do Grêmio Esportivo da Grafite – GEGRAF, e, com a aprovação por esta do respectivo Estatuto, ficou oficialmente criado o clube. Na ocasião, elegeu-se, nos termos do Estatuto aprovado, os primeiros Presidente e Vice-Presidente, respectivamente, Carlos Rogélio Avelar Costa e Emiliano Ferreira de Resende, cabendo, nos termos do mesmo Estatuto, ao Presidente, escolher, oportunamente, os demais diretores.


( Lindolfo Pena Pereira – é o atual prefeito de Itapecerica e Assessor Jurídico da Nacional de Grafite Ltda)